sexta-feira, 2 de setembro de 2011

FUTEBOL DE BOTÃO


Ao longo de 2011, estamos desenvolvendo projetos que visam a aprimorar, junto aos alunos, o domínio da língua portuguesa como ferramenta de comunicação. Os projetos, em seu conjunto, integram atividades de leitura, escrita e pesquisa, articulando temas que atravessam várias disciplinas do currículo escolar. Um destes projetos é a “I Liga Miguel Couto de Futebol de Botão”.

Criado e organizado pelo diretor Eduardo Ivanowski, e pelo vice-diretor, Gustavo Coelho, o projeto conta, também, com a adesão dos professores Luciano Espíndola, de língua portuguesa, e Juliano Glaeser de Souza, de matemática. O projeto consiste na realização de uma Liga de futebol de botão composta apenas por times do interior gaúcho. A participação dos alunos no torneio está condicionada à realização de uma pesquisa sobre o time com o qual jogarão, bem como sobre o município sede do clube. A pesquisa envolve informações como o histórico do time e do município ao qual pertence e aspectos econômicos e demográficos do município. Paralelamente às pesquisas, os alunos confeccionam os uniformes de seus times e cartazes que formam uma pequena exposição.

De acordo com a equipe organizadora da Liga, o projeto visa a desenvolver, junto aos alunos, a consciência de uma das diversas vinculações possíveis entre as disciplinas de Educação Física, História, Geografia, Língua Portuguesa e Educação Artística, o que se dá através da pesquisa de aspectos históricos e geográficos de times e municípios do estado do Rio Grande do Sul e da redação de um texto com o resultado dos estudos. Além disso, outros efeitos esperados são a valorização do futebol do interior gaúcho e o desenvolvimento de uma “brincadeira tradicional” que pode, posteriormente, ser realizada entre pais e alunos, estreitando vínculos familiares. Ainda segundo os organizadores do projeto, outro efeito é a criação, no ambiente escolar, de um espaço de sociabilidade que pode servir como motivação ao aluno, fazendo-o ver a escola como um ambiente positivo e relevante para sua vida. A motivação do aluno, a partir de atividades lúdicas, pode contribuir para a diminuição da evasão, mesmo posteriormente, quando o aluno estiver cursando o ensino médio.

No mês de julho, a realização de um torneio funcionou como forma de encerramento do projeto em seu primeiro semestre. Na ocasião, os alunos apresentaram suas pesquisas e se enfrentaram em jogos que envolviam os próprios professores. Para os alunos, a experiência foi muito prazerosa, e um novo torneio é aguardado com ansiedade. Entre os professores, fica a certeza de que as ferramentas e estratégias utilizadas contribuíram para a aprendizagem dos alunos, bem como para o estreitamento dos laços dentro da comunidade escolar.



















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário